Baltic Thermal Pool Park

Liepaja , Latvia
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Arquitectos
Humberto Conde Arquitectos | HRA-Lisboa
Localização
Liepaja , Latvia
Ano
2014
Client
HOMEMADE DESSERT
Author
HUMBERTO CONDE
Collaborators
FILIPE RAMALHO, JOANA CATARRÉ, TATIANA FERREIRA, MATEJA PROFETA
Program
COMPETITION

Localizado no “Seaside Park” na cidade de Liepaja, na Letónia, numa zona abundante em nascentes termais ricas em águas minerais e salgadas, o novo Baltic Thermal Pool Park pretendia enquanto nova atracção urbana elevar a cidade a um destino potencialmente turístico.

O desenho da proposta decorre da intenção de localizar o edificado na zona de menor densidade arbórea, preservando o maior número possível de árvores existentes.

Sendo um edifício com um programa complexo mas correlacionado, o gesto mais natural e imediato define-se através de uma forma geométrica básica, o círculo. De modo a evitar o abatimento de árvores localizadas na zona de implantação escolhida, redefiniu-se a forma subtraindo as áreas onde estas existiam, dando lugar a três vazios principais. Esta subtração torna-se no principio formal e conceptual mais significativo e os vazios no principal elemento construtivo que define a organização do programa da proposta. Dada a necessidade da inserção de uma área exterior de piscina, é criado um quarto vazio, estrategicamente localizado a sudoeste para uma maior exposição solar. A forma circular, agora redefinida e elevada a um cilindro, é rasgada verticalmente, de modo à obtenção de luz natural sobretudo nos pisos mais elevados, num jogo de vazios que se transformam em pátios verdes, que se diluem na natureza envolvente exterior.

No que toca à imagem exterior, o edifício é revestido com uma segunda pele de placas horizontais ondulatórias de madeira, numa analogia à ondulação da água. Desta forma garante-se simultaneamente uma consonância com a herança arquitectónica da construção em madeira, típica do local, reforçando a integração do edificado no meio em que se insere.

Projetos relacionados

  • „els“ – Elsbethenareal-Schrannenplatz
    F64 Architekten PartGmbB
  • Eclectic Apartment
    JUNG
  • Haus R
    NW/A
  • SchloR – Schöner Leben ohne Rendite
    GABU Heindl Architektur
  • Fünf Freund*innen | Geförderter Wohnbau
    GABU Heindl Architektur

Revista

Outros projetos por Humberto Conde Architects | HRA-Lisboa

Paris River Champagne Bar
Paris, França
INNATUR - Centro de Interpretação da Natureza
Berlengas
Moradia “Vasco da Gama”
Cascais
L.I.B.O. Living in Borneo
Amesterdão, Holanda
Ocean Platform Prison
Oceano Pacífico