INNATUR - Centro de Interpretação da Natureza

Berlengas
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Visualization © HRA-Lisboa
Arquitectos
Humberto Conde Arquitectos | HRA-Lisboa
Localização
Berlengas
Ano
2012
Client
OPEN GAP
Author
HUMBERTO CONDE
Collaborators
SOFIA PACHECO, JOHANN FOLTZ, JOANA SIMÃO
Program
COMPETITION

A nossa proposta para a competição inNATUR_2 localiza-se numa ilha repleta de beleza natural, nomeadamente de falésias, baías e praias – Ilha das Berlengas. É neste contraste com o meio natural que se encontra o Forte de São João Baptista, uma monumental construção que parece emergir das rochas no meio do oceano complementando toda a atmosfera envolvente da ilha.

A estratégia prende-se com uma subtil apropriação do espaço existente, construindo o menos possível. Assim, procurou-se a criação de infraestruturas que valorizassem a envolvente reforçando as suas potencialidades. Deste modo gerou-se um gesto circular de grandes dimensões num movimento concêntrico relativamente a um ponto final de um percurso – o Forte.

Esta intenção é materializada através de plataformas que criam ligações entre determinados momentos e situações – a Água, a Ilha e o Forte. Estes caminhos e rampas pedonais permitem a conecção entre a Terra e a Água. Neste trajecto, encontramos três pontos principais: num dos extremos do percurso, o Porto de chegada das embarcações; no outro extremo, o Miradouro com uma vista geral sobre toda a baía e a área de intervenção; a meio do percurso e no seu centro fulcral encontra-se o Forte, local onde se propõe um Hostel e um Centro Interpretativo.

O Hostel e o Centro Interpretativo dão novo uso a alguns espaços existentes no Forte, valorizando o Património através de uma diferente interpretação de Sustentabilidade. Os espaços em torno do perímetro amuralhado que dão a forma ao monumento incorporam o Hostel bem como a recepção e as zonas comuns dos programas. O auge da intervenção é o epicentro materializado sob a forma de uma construção independente – o Centro Interpretativo. Esta construção surge como uma torre constituída pela sobreposição de “caixas” de diversos tamanhos, e permite o exercício de visualizar o Forte e toda a sua envolvente exterior em redor.

Projetos relacionados

  • „els“ – Elsbethenareal-Schrannenplatz
    F64 Architekten PartGmbB
  • Eclectic Apartment
    JUNG
  • Haus R
    NW/A
  • SchloR – Schöner Leben ohne Rendite
    GABU Heindl Architektur
  • Fünf Freund*innen | Geförderter Wohnbau
    GABU Heindl Architektur

Revista

Outros projetos por Humberto Conde Architects | HRA-Lisboa

Paris River Champagne Bar
Paris, França
Baltic Thermal Pool Park
Liepaja , Latvia
Moradia “Vasco da Gama”
Cascais
L.I.B.O. Living in Borneo
Amesterdão, Holanda
Ocean Platform Prison
Oceano Pacífico