Saudade 500 mg

Porto
Photo © João Morgado
Photo © Carlos M Teixeira
Photo © João Morgado
Photo © Carlos M Teixeira
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © João Morgado
Photo © Carlos M Teixeira
Photo © Carlos M Teixeira
Photo © Carlos M Teixeira
Photo © Carlos M Teixeira
Photo © Carlos M Teixeira
Drawing © Vazio S/A
Drawing © Vazio S/A
Drawing © Vazio S/A (after Pedro Ferreira)
Arquitectos
Vazio S/A
Localização
Travessa da Regeneração 144, 4000-411 Porto
Ano
2023

O terreno desse apartamento é um clássico exemplo dos lotes estreitos e profundos na cidade do Porto, em Portugal. O tecido urbano do casco histórico portuense é feito de lotes de apenas 6 ou 8 metros de frente implantados em quarteirões muito profundos. O resultado desta malha são terrenos desproporcionalmente compridos, o que gera áreas verdes incomuns no miolo dos quarteirões e apartamentos com uma área privativa surpreendentemente generosa. Tais áreas non-aedificandi são ainda mais surpreendentes dada a localização de várias delas na área central, principalmente nos bairros de Santo Ildefonso, Paranhos e Cedofeita.

Além de improváveis, são vazos inexplorados e expectantes que contrastam com a carga histórica presente na frente urbana das ruas do Centro. Se nas ruas do casco histórico tudo é memória e tipologia, aqui predomina a liberdade da não-construção e a estética do avesso.

A domesticidade do apartamento é iluminada por dois espaços, um privado e outro público. O primeiro é o jardim profundo, onde foi plantado um bosque de magnólias (Magnolia grandiflora) sobre um prado mais ou menos selvagem. Não é um relvado de uma única espécie: é uma mistura de duas gramas e 20 espécies de flores. É uma forração que exige pouca manutenção, tem uma biodiversidade que os gramados não têm, e é aberta ao aparecimento de espécies não plantadas, incluindo ervas urbanas que seriam daninhas num relvado convencional. É um jardim que se aproxima do conceito de Natureza Urbana do geógrafo Matthew Gandy, ou de uma natureza que pertence única e exclusivamente às cidades. É também um típico “jardim secreto” do centro do Porto.

O segundo espaço iluminante é a Travessa da Regeneração, uma viela estreita que tem alguns trechos marcados por grafiteiros e pichadores locais. Um deles pode ser o artista Add Fuel, quem teria aplicado o estêncil "Saudade 500 mg" bem em frente à janela de um dos quartos do apartamento. Outros deixaram desenhos e garatujas intencionalmente não autorais. Saudade 500 mg, mensagem melancólica e codificada, utiliza essa palavra única da língua portuguesa e diz muito sobre um país que se abriu para a indústria do turismo e para os estrangeiros de países lusófonos repentinamente. Outras mensagens na região refletem os efeitos colaterais dessa indústria ("Tourist go home"), manifestos e conclamações ("Contra o aumento do custo de vida, junta-te"), e ainda outras surpreendentemente simpáticas ("Hoje é um bom dia!") ou amorosas (“Amo-te Cristina”). O fato é que o pequeno caos destas frases que se apropriam do espaço urbano está num trecho estreitíssimo da Travessa – ele tem menos de três metros --, e fica estampado num muro para o qual se voltam justamente os cômodos da parte íntima do apartamento (os três quartos). Ou seja, é um curto circuito inesperado entre o doméstico e o público.

O apartamento propriamente dito é a unidade no rés-do-chão em um prédio projetado pelo conhecido escritório Pedro Ferreira Architecture Studio e onde estavam, originalmente, dois apartamentos de um quarto. Nosso projeto transformou os dois T1 em um T3 (três quartos) e por isso a planta tem partido em U, envolvendo a caixa de escada comum. Há também um anexo nos fundos, cuja construção foi possível graças às pré-existências encontradas no terreno.

O ambiente da suíte é dominado pelo tom vermelho, a cozinha é estruturada por armários verde-água em uma configuração tipicamente portuguesa, e os banheiros são marcados pelo piso geométrico em padrão neo-concreto. E comum a todos os cômodos, uma luz natural abundante que provêm da travessa pichada e do jardim secreto.

Projetos relacionados

  • Promenade Favorita, Lugano TI
    mavo gmbh
  • Garten Höhenweg St.Gallen
    mavo gmbh
  • Sagiareal, Greppen LU
    mavo gmbh
  • Progressiver Reinraumausbau
    Lindner Group
  • Büro Allmendstrasse
    BFB Architekten AG

Revista

Outros projetos por Vazio S/A

Vila Del Rey house
Nova Lima, Brasil
O Outro, o Mesmo
São Paulo, Brasil
Exposição na Galeria Pace
Belo Horizonte, Brasil
1000 meninos
Ribeirão das Neves, Brasil
Casa Marinho da Serra
Marinho da Serra, Brasil